Bruna Maia

 

Sjón

Sjón (Reykjavík,1962) é um escritor, roteirista e compositor islandês traduzido em mais de trinta idiomas, com forte influência dos contos de fada, do surrealismo e da mitologia nórdica. Em 1978, publicou seu primeiro livro de poesia e logo começou a participar da cena musical da Islândia, tornando-se um dos principais parceiros de Björk. Foi indicado ao Oscar e ao Globo de Ouro de Melhor Canção Original por I’ve Seen It All, do filme Dançando no escuro (Lars von Trier, 2000). Entre seus trabalhos mais recentes como roteirista destacam-se Lamb (2021, em colaboração com Valdimar Jóhannsson) e O homem do norte (2022, em colaboração com Robert Eggers).