Frete grátis a partir de R$200,00

Enzo Maqueira © Paula Moneta

Enzo Maqueira nasceu em 1977 em Buenos Aires, mas cresceu na Patagônia argentina. Formou-se em Comunicação Social no Centro de Altos Estudios en Ciencias Exactas. Escreveu o livro de crônicas e relatos Historias de putas (2008) e os romances Ruda macho (2010), El impostor (2011), Electrónica (2014), e a antologia Rarities (2021). Considerado uma das vozes mais representativas da nova narrativa latino-americana, Enzo Maqueira também é colaborador do Clarín e das revistas Anfibia, Vice e Viva, além de apresentar o programa “Narraciones extraordinárias” na rádio Província, de Buenos Aires. Inédita no Brasil, sua obra começa a ser publicada pela PONTOEDITA a partir de 2021 com Faça-se você mesmo (2018, finalista do prêmio Silverio Cañada da Semana Negra de Gijón, na Espanha).

 

SOBRE O LIVRO

Faça-se você mesmo acompanha alguns dias na vida de um homem sem nome e sem convicções que foge de Buenos Aires para a casa onde passou a infância, um território sagrado, no meio da Patagônia desértica, onde tudo era possível. A casa fica em San Benito, um vilarejo fictício, quase mítico, que não é apenas uma encarnação narrativa de General Mosconi, cidade em que o autor costumava de fato passar a infância na casa dos avós, mas também uma homenagem a Coronel Vallejos de Manuel Puig e Macondo de García Márquez. 

Com referências ao cineasta italiano Federico Fellini e à banda de rock inglesa Queen, o romance celebra as fronteiras entre ficção e realidade e demole narrativamente as convenções da masculinidade, além de propor uma reflexão profunda sobre como a sociedade criou, mediante suas múltiplas ficções, uma idealização da obrigação de ser feliz. Essa obrigação, certamente o último bastião do neoliberalismo, é equacionada no discurso vazio da autoajuda que ressoa na ironia fina presente no título (que torce a fórmula americana “do it yourself”) e dá o tom da linguagem que Maqueira coloca em cena.

Faça-se você mesmo é o livro no. 5 da PONTOEDITA

 

 

 

 

Assista abaixo ao Trailer #1. O vídeo tem direção critativa e edição de Leon Idris e faz parte de uma série de intervenções que apresentam ao público brasileiro recepção do livro por críticos de latino-americanos.